Saiba se você está preparadado para ter um cão

Saiba se você está preparadado para ter um cão

Antes de mais nada, a decisão de ter um cachorro precisa ser MUITO bem pensada. Estamos falando de uma vida que vai durar pelo menos 10 anos sob a sua responsabilidade. Nas grandes cidades do país, para cada cinco habitantes há um cachorro. Destes, 10% estão abandonados. No Brasil existem mais de 20 milhões de cachorros abandonados. No verão esse número aumenta 70% porque as famílias resolvem viajar nas férias e abandonam seus cães(!!!).

Essa decisão precisa ser muito bem pensada e analisada, pois um cachorro demanda uma imensa responsabilidade. Resolvemos listar aqui as razões que você precisa considerar antes de se aventurar na jornada de criar um cão.
Um cachorro traz enormes benefícios pra nossa vida e nossa saúde, como mostramos nesta matéria: Ter um cachorro reduz o risco de problemas cardíacos. Mas é importante analisar o que irá mudar na sua vida depois de decidir ter um cão.

Por isso veja aqui algumas situações que você deve ponderar na hora de decidir adotar um amiguinho de quatro patas:

 

1. Esqueça viagens com tanta frequência
 

Depois que você tem um cachorro, viajar torna-se um hábito muito menos frequente. Antes de ter a Pandora, eu costumava viajar sempre nas férias, fazia viagens longas de 20 dias, 30 dias. Hoje em dia, é raro quando viajo sequer durante um fim de semana.
 
Pra começar, se você for fazer uma viagem longa, precisará levar em conta que o cachorro vai ficar um um hotelzinho para cães. A diária custa em média R$100,00. Pra uma viagem de 20 dias, isso já significa R$2.000,00 a mais nos gastos da viagem. Você pode deixar o cachorro na casa de um amigo, mas não é tão fácil assim encontrar alguém disposto a cuidar do cão todo esse tempo, administrar remédios, horários certos da comida etc. Fora que você também não se sentirá 100% confortável em fazer isso. Você pode contar com um parente, sua mãe ou seu pai, mas lembre-se, um cão dura pelo menos 10 anos, não se pode prever o futuro. Leve em conta que você não tem com quem deixar e terá que gastar esse dinheiro pra deixar em hotel ou não irá viajar.
 
Também tem a possibilidade de levar o cachorro com você na viagem. Mas lembre-se: companhias aéreas só aceitam cães na cabine com você se o cachorro + kennel não passarem de 10kg. Há grandes chances dele precisar ir junto com as bagagens. Você tem coragem? E caso o cachorro dos seus sonhos seja braquicefálico (bulldog inglêsbulldog francêspug etc), esqueça avião: as companhias aéreas não permitem levá-los com as bagagens. Nenhuma.
 
Se considerar fazer uma viagem mais pra perto e levar o cão com você de carro, fica mais fácil. Aí você terá que encontrar um hotel que aceite cães. A maioria aceita apenas 1 cão por quarto, sempre de pequeno porte.

 

2. Se você trabalha o dia todo fora

Recebemos inúmeros e-mails diários de pessoas perguntando qual a raça ideal, já que trabalham o dia todo fora e ficam 10/12h por dia fora de casa. A resposta: NENHUMA. Cães são animais sociáveis, animais que sempre viveram em grupos. Não foram feitos pra ficarem sozinhos. Embora algumas raças sejam menos dependentes e aceitem melhor a solidão, ficar longos períodos sozinhas todos os dias levam até mesmo essas raças à depressão, frustração, tédio e destruição da sua casa. Um dos problemas comuns de cães que passam muito tempo sozinhos é a dermatite por lambedura. O cachorro fica entediado sem ter nada pra fazer e começa a lamber as próprias patas até ficarem em carne viva. Uma verdadeira auto-mutilação. Se é pra tratar o cachorro dessa forma, por que ter um cão então? 

 

Temos duas soluções para quem quer ter um cachorro e trabalha fora o dia todo:
 
a) coloque o cão em uma creche para cães 3 vezes por semana, por exemplo, segunda, quarta e sexta. Nas terças e quintas ele estará exausto da creche do dia anterior e passará o dia descansando. Nos dias de creche, ele vai ficar brincando e socializando o dia inteiro com outros cães, correndo na grama, pulando, se divertindo, coisas que todo cachorro deve fazer.
b) outra solução seria ter dois cães em vez de um. Um faz companhia pro outro, eles passam o dia brincando, se divertindo e até dormindo juntos. Ter dois cães é sempre melhor do que um.

 

3. Gastos

Você vai gastar muito dinheiro. Pra começar, a ração, que é ideal que seja super premium, que são rações de melhor qualidade e tem os nutrientes fundamentais pro bom desenvolvimento e pra saúde do cachorro. Então tem o tapetinho higiênico, vamos supor que você use 1 por dia, isso dá 1 pacote por mês. Cães ficam doentes, então considere remédios, exames, veterinário. Considere também banho e tosa caso ele tenha pelo longo.


4. Tempo pra passear e brincar

Ter um cachorro não é só colocar dentro de casa, sair pra trabalhar e na volta receber um bichinho feliz de rabo abanando fazendo festa. É muito mais que isso. Todos os cães precisam passear todos os dias. Isso é muito importante pra saúde mental e física do cachorro. Se você não tem pelo menos meia hora do seu dia pra passear com o cachorro, melhor não ter um. O tempo do passeio varia de raça pra raça, há raças mais ativas que precisam de mais tempo de passeio (Pit BullLabradorGolden Retriever), e raças menos ativas que precisam de menos tempo (PugBulldog InglêsLhasa).

 

5. Preocupação

Cachorro é igual filho, estamos sempre preocupados. Quando saímos de casa, pensamos em como eles estão. Quando deixamos em hotelzinho, ficamos preocupados pra saber se eles estão bem. O tempo todo pensamos em como eles estão, se estão tratando bem deles, se estão saudáveis.

É importante que você conheça o seu cachorro como a palma de sua mão, porque aí quando ele deixar de comer, beber água ou estiver mais pra baixo, você vai notar e pode identificar uma doença do início, que é muito mais fácil de tratar.

 

Continue na próxima página…

Páginas

1 2 3 4

Comentários

EnglishItalianPortugueseSpanish